• Escola Jardim Raio de Sol

Da exclusão à inclusão - Depoimento (Mãe da Helena)



Sabe aquela história de exclusão e negligência que a gente transforma em luta?

Pois é. Helena teve o diagnóstico da #Doençacelíaca aos 2 anos. Logo, com a melhora de sua saúde, buscamos uma escola “cara”, com a esperança que tivesse pessoas formadas, profissionais responsáveis para cuidar do nosso bem mais precioso.

Em seguida, conseguimos confirmar o diagnóstico de “dermatite herpetiforme”, uma dermatite típica de celíaco e que aumenta com a exposição ao glúten.

Matriculamos na “dita” escola, imprimi e levei apostilas explicando contaminação cruzada, recomendações para cuidar de crianças celíacas na Escola e em festas de aniversário.

Marquei reuniões e compareci diversas vezes na escola para explicar à Professora responsável pela turma, para a professora auxiliar do grupo, nutricionista, psicóloga, pedagoga, terapeuta, pessoal da cozinha, coordenadora, diretora e tantos outros profissionais envolvidos em escola de grande porte.

Nossa traumática experiência escolar durou 18 dias. A Helena chegava a casa com sintomas de contaminação, algumas idas e vindas até começar a se urinar na sala e tendo crises de choro. Voltando na Escola, descobri que estavam separando-a na sala da diretora para lanchar “em segurança.” Em segurança?

Sofreu uma contaminação direta, por irresponsabilidade, que há deixou um mês doente.

Passado todo nosso “trauma”, procuramos atividades que eu pudesse acompanhá-la, já que não queria voltar para Escola, chorava e tinha medo. Logo, a Helena que sempre foi uma criança segura e independente.

Início do ano escolar, Helena com 3 anos e 6 meses, o que fazer? Criança saudável, ativa, brincalhona e que ama estar na presença de outras crianças.

Já tinha visitado tantas escolas... Recebi a indicação de uma vizinha que tem a filha estudando no Maternal do Jardim Raio de Sol. Eu via essa criança sempre chegada em casa, feliz e falante, contando tudo que houve de bom, que aprendia brincando.

Criei coragem e fui conhecer a #EscolaJardimRaiodeSol. Fui recebida com carinho e atenção pela Profa. Cris. A Escola me transmitiu muita segurança pelos profissionais que lá trabalham. Pronto! Após muita conversa com a Diretora, decidimos tentar. Logo na reunião, me senti, por um breve momento; a “mãe problema”. Meu Deus, que medo. Mas a Professora responsável pela Helena no ano letivo me tranquilizou por ser uma profissional experiente na área. Novamente, levei laudos médicos e apostilas sobre a Doença Celíaca.

Ano letivo iniciou, e o problema? O problema na adaptação da primeira semana foi que a Helena chegava à escola feliz da vida e quando eu ia buscá-la, caía no choro porque não queria voltar para a casa. “Ok!” Mamãe feliz, tranquila e chorando, desta vez, de emoção por ver seu anjinho sendo muito bem cuidada e acarinhada. A Escola cumpriu o seu papel inclusivo e enviou um bilhete inédito às famílias, avisando e informando a respeito de uma nova amiga que teria algumas restrições.

A Presidente da Associação dos Celíacos (ACELPAR) foi até a Escola e teve uma conversa bem construtiva com as crianças para explicar que a nova amiguinha tinha uma intolerância, uma alergia alimentar e não poderia ser contaminada. As professoras muito bem orientadas, já haviam conversado e lido histórias do Glúten da Flávia Anastácio de Paula. Minha emoção não poderia ser maior.

Nosso evento em Comemoração à Data Celíaca foi comemorado na Escola com a participação de todos envolvidos, inclusive, os pais dos colegas de sala.

O desejo da minha pequena era comemorar o aniversário na escola e foi um dia feliz e inclusivo.

Se não bastasse, a mãe do próximo aniversariante fez uma festa inclusiva, totalmente sem glúten e sem leite.

Da exclusão à inclusão, aprendemos com amor, afeto, vivenciamos o verdadeiro trabalho de uma pedagogia responsável, garantindo o direito de uma criança sorrir e sonhar. Sei o quanto é difícil não ser aceito. Sei o quanto é difícil andar ao lado de pessoas excludentes. Não desistam, lutem, informem, mudem, mas o mais importante: sigam em Frente!

Meu coração de mãe se enche de alegria, orgulho e segurança ao falar da Escola “Jardim Raio de Sol.”

Triciana Guerra Behrens Camargo

Acesso: Facebook: Triciana Camargo

0 visualização

Blog

CONTATO

Rua Joaquim da Silva Sampaio, 71
Cep: 80710-630 | Mercês - Curitiba

contato@jardimraiodesol.com.br

(41) 3335-6171

SIGA-NOS

© 2018 Jardim Raio de Sol.

Criado orgulhosamente por FabrikArt | Fotos: Turminha na Escola

Menu
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram